Gestão do conhecimento – aumentando o capital intelectual

Gestão 10 dezembro, 2013 Jefferson Alex

A gestão do conhecimento é uma disciplina que ajuda cada vez mais as empresas na melhoria dos processos e diminuição nos gastos, principalmente quando se refere ao treinamento e capacitação de novos colaboradores. Veja como obter ótimos resultados investindo em capital intelectual na sua empresa. Há muito tempo as empresas vêm sofrendo com um problema iminente que é a falta de profissionais capacitados, trazendo um custo grande no processo de recrutamento e seleção de funcionários. Os head hunters (recrutadores profissionais) estão constantemente buscando as pessoas certas para o cargo disponível, mas mesmo depois da vaga preenchida existe um problema que é a retenção do talento e – talvez mais complicado ainda – retenção do conhecimento sobre os produtos, serviços e processos da empresa. Para tentar sanar isso muitas empresas têm investido na gestão do conhecimento, onde alguns dos objetivos são padronizar a forma com que o conhecimento é adquirido, qualificar a mão de obra com maior eficiência, reter talentos sem perder a informação gerada e compartilhar o conhecimento gerado internamente. Nesse post não vou entrar no mérito de explicar sobre as metodologias que se aplicam na gestão do conhecimento, mas sim explicar o quanto é necessário investir tempo para implantar algum modelo que gere documentação sobre o conhecimento adquirido na empresa. \nSe você é empresário já deve ter passado, com certeza, por uma situação de contratação onde o candidato possui ótimas qualificações, realiza um bom trabalho inicial na empresa com seu conhecimento, mas quando sai da empresa leva consigo um capital intelectual importante. Isso você percebeu quando precisou emitir uma nota de entrada e não sabia qual é o passo seguinte a emissão. As vezes um estagiário aprende em uma empresa como melhorar os processos. Muitas vezes observando erros e implantando melhorias em seu setor, outras vezes estudando e tentando agilizar seu trabalho. Quando esse estagiário sai da sua empresa você precisa treinar o próximo, começando do zero pois não existe uma documentação do que foi melhorado. Você sabe que melhorou, mas não sabe como. \nEsse é um exemplo muito pequeno diante dos vários outros problemas que podem ser resolvidos com o investimento em gestão do conhecimento. Algumas dicas que posso deixar aqui para que sua empresa comece a evoluir usando gestão do conhecimento: \n

    \n

      \n

    • Possua um modelo de negócios documentado (é essencial para tudo, não só para gestão do conhecimento)
    • \n

    • Desenvolva o organograma funcional de sua empresa
    • \n

    • Documente seus processos e principalmente as mudanças que ocorrerem
    • \n

    • Crie programas de atualização, treine os funcionários
    • \n

    • Abra espaços para que os colaboradores possam ter voz, opinando em melhorias
    • \n

    • Cria padrões de relatórios e desenvolva políticas para essa documentação
    • \n

    • Não veja a empresa vertical, os departamentos dependem uns dos outros
    • \n

    • Deixe a informação fluir entre os setores, porém mantenha o controle sobre tudo o que é compartilhado
    • \n

    • Desenvolva políticas de reciclagem, apoiando aqueles que deixarem uma melhor contribuição
    • \n

    \n

\nBom, essas dicas se confundem um pouco com processos de RH. É assim mesmo, pois o sentido de um setor de RH é justamente pensar no colaborador como um capital essencial e necessita de reinvestimento. Porém a diferença é que tudo o que for desenvolvido deve estar aliado ao plano de desenvolvimento da empresa, documentando tudo o que for desenvolvido para que possa avaliar mais tarde e replicar quando for necessário.

Compartilhe: http://bit.ly/2hmq6Ky
Jefferson Alex

Analista de Marketing com especialização em projetos digitais. Designer em formação, analista de sistemas e sempre em busca de aprendizado contínuo.